Saltar para o conteúdo do SIDE
Logotipo do Sistema de Informação de Apoio ao Ensino
licenciatura em
Sistema de Informação de Apoio ao Ensino
[ Escola de Ciências da Vida e do Ambiente ]
Sexta , 14 de Agosto de 2020
2º Semestre, Ano letivo: 2019 / 2020
   
   
 
 
 
Unidades Curriculares
 
Formação técnico-desportiva específica i em prescrição do exercício e actividades de academia
   
Descrição - Avaliação (Ficha da Unidade Curricular)

Modos de avaliação, necessidade de inscrição prévia a provas e condições de transição entre modos

Para a avaliação da UC, por frequência, os alunos terão que planear e implementar sessões de prática pedagógica supervisionada dos blocos I e II (Atividades de Grupo e Atividades Individuais).
O planeamento e implementação de sessões práticas, pressupõe 2 fases distintas no processo de avaliação. Na fase de planeamento, os alunos deverão, individualmente, de acordo com os conhecimentos adquiridos elaborar o planeamento de duas sessões práticas (bloco I - aulas cardiovasculares de aeróbica, step e plataforma plástico-reativa e aulas de força-resistente em circuito ou estações e bloco II – força e resistência muscular). Na fase de execução, deverão por em prática parte do que planearam, tendo 10 minutos para o seu desenvolvimento e implementação.
Deverão também entregar para o bloco 1 um dossier com relatórios de todas as aulas.
Será, também, ponderada a atitude e o empenho face às tarefas propostas, relativamente à participação em ações de formação, seminário ou similares, previamente creditados pelos docentes da UC.
Os alunos com estatuto têm que cumprir obrigatoriamente com estas avaliações e com uma classificação mínima de 8,5 valores.
A classificação resulta do processo de avaliação de conhecimentos e competências, que compreende a seguinte ponderação, com a atribuição de uma nota expressa numa escala numérica decimal de 0 a 20 valores, arredondada, no final ás unidades.

Critérios mínimos de admissão a exame

1. As condições mínimas de admissão a exame obrigam à satisfação das duas condições seguintes:
a) Assistência a um mínimo de 70% das horas de contato sumariadas, independentemente da sua tipologia;
b) Obtenção de uma classificação mínima de 8,5 valores na média das componentes de avaliação prática, sem necessidade de obter uma classificação mínima a qualquer dessas componentes (também válido para alunos com estatuto).
2. Têm direito a ser admitidos a exame todos os estudantes regularmente inscritos na UC, independentemente do seu estatuto especial, que cumpram os requisitos obrigatórios previamente definidos.
3. Sem prejuízo do disposto no número anterior, os estudantes com estatuto especial poderão ter de solicitar a realização, em data a acordar com o docente responsável pela UC, provas ou trabalhos alternativos, destinados a cumprir o definido na alínea b).
4. As condições de admissão a exame de uma UC obtidas num determinado ano lectivo mantêm a sua validade apenas para o ano lectivo seguinte.

Descrição dos modos de avaliação (preencher os que se aplicam)

Modo 1: avaliação contínua (incluir calendarização e fórmula de cálculo)

Não publicado

Modo 2: avaliação complementar

Não publicado

Modo 3: exame (incluir fórmula de cálculo)

Não publicado

Modo 4: projeto (incluir fórmula de cálculo)

Não publicado
topo
 SIDE 
© 2002-2020 UTAD | E-mail: side@utad.pt | Telefone: 259350308 | Extensão: 4308 | Política de privacidade
Autor