Saltar para o conteúdo do SIDE
Logotipo do Sistema de Informação de Apoio ao Ensino
licenciatura em
Sistema de Informação de Apoio ao Ensino
[ Escola de Ciências Humanas e Sociais ]
Quinta , 6 de Agosto de 2020
2º Semestre, Ano letivo: 2019 / 2020
   
   
 
 
 
Unidades Curriculares
 
Lógica e resolução de problemas
   
Descrição - Objectivos (Ficha da Unidade Curricular)

Objectivos da Unidade Curricular e competências a desenvolver

No final da UC de Lógica e Resolução de Problemas os alunos devem ser capazes de:
- Organizar logicamente o seu pensamento matemático;
- Reconhecer a importância da resolução de problemas na Educação Básica;
- Compreender problemas em contextos matemáticos e não matemáticos;
- Resolver problemas matemáticos utilizando estratégias apropriadas;
- Compreender as noções básicas da Teoria de Conjuntos e da Lógica Matemática;
- Identificar diferentes tipos de relações binárias.

Planificação da actividade letiva (de acordo com calendário escolar)

Não publicado

Demonstração da coerência dos conteúdos programáticos com os objectivos da Unidade Curricular

A Resolução de Problemas é vista no Ensino Básico como uma capacidade matemática fundamental, sendo essencial que os alunos adquiriram destreza a resolver, quer problemas matemáticos quer problemas relativos a situações do seu dia-a-dia. Neste contexto, os alunos de Lógica e Resolução de Problemas, futuros professores, devem compreender que um problema matemático pode ser resolvido através de diferentes estratégias e dar atenção à análise da sua resolução e verificação das soluções que obtêm. Os alunos do Ensino Básico, ao aprenderem a contar e ao adquirirem competências de linguagem são confrontadas com a necessidade de agrupar os objetos em conjuntos, aprendendo a classificar esses objetos e a diferenciá-los de acordo com determinadas características. Neste contexto, o fundamento matemático para estas atitudes centra-se nas Teorias de Conjuntos e Lógica, cujo domínio é fundamental para o futuro professor do Ensino Básico.

Metodologias de ensino/aprendizagem utilizadas (métodos de trabalho, funcionamento da U.Curricular, recursos necessários, etc.)

As aulas Teóricas decorrerão com a apresentação por parte do docente, dos conteúdos programáticos a desenvolver na UC, sempre com a inclusão de exemplos práticos e com uma consequente discussão em grande grupo.
Nas aulas Teórico-Práticas os alunos resolvem tarefas diversificadas com o apoio individual a cada aluno sempre que necessário e a clarificação de dúvidas para toda a turma.
Na Orientação tutorial pretende-se ajudar o aluno a esclarecer as suas dúvidas relativas aos conteúdos da UC ou a colmatar lacunas nos seus pré-requisitos.

Demonstração da coerência das metodologias de ensino com os objectivos da Unidade Curricular

Durante as aulas será proposto aos alunos, futuros professores, a realização de diferentes tipos de tarefas que incluem resolução de problemas, apoiando-os na sua realização. Para além da execução das tarefas proporcionar-se-á momentos para confronto de resultados, discussão de estratégias e institucionalização de conceitos e representações matemáticas. As situações a propor aos alunos, tanto numa fase de exploração de um conceito como na fase de consolidação e aprofundamento, envolverão contextos matemáticos e não matemáticos e incluirão outras áreas do saber e situações do quotidiano dos alunos. A comunicação deve ter também um lugar destacado na prática letiva do futuro professor, assim, através da discussão oral na aula, os alunos, futuros professores, confrontam as suas estratégias de resolução de problemas e identificam os raciocínios construídos durante a resolução de problemas. Desenvolver a capacidade de resolução de problemas e promover o raciocínio e a comunicação matemáticos, para além de constituírem objetivos de aprendizagem centrais, constituem também importantes orientações metodológicas para estruturar as atividades a realizar em aula pelo futuro professor. Assim, devem ser proporcionadas situações frequentes em que os alunos possam resolver problemas, analisar e refletir sobre as suas resoluções e as resoluções dos colegas. Significa igualmente que deve ser dada atenção aos raciocínios dos alunos, valorizando-os, procurando que eles os explicitem com clareza, que analisem e reajam aos raciocínios dos colegas. Também através da escrita de textos, os alunos têm oportunidade de clarificar e elaborar de modo mais aprofundado as suas estratégias e os seus argumentos, desenvolvendo a sua sensibilidade para a importância do rigor no uso da linguagem matemática.
topo
 SIDE 
© 2002-2020 UTAD | E-mail: side@utad.pt | Telefone: 259350308 | Extensão: 4308 | Política de privacidade
Autor